segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Aquele texto clichê de final de ano

Resultado de imagem para tio ben grandes poderes

POR: Raquel Morelli

Dias atrás, quando ainda não estava de férias, eu percorria o caminho diário do trabalho pensando "Estou me arrastando. Que cansaço! Preciso descansar, não aguento mais...". Era visível o cansaço extremo não apenas meu, mas de meus colegas. A cada nova manhã, um ódio mortal pelo despertador crescia, mas a sensação de "menos um dia para as férias" aliviava.
Por fim, as férias chegaram.
Como sempre, faço o texto clichê do balanço anual.
Nunca trabalhei tanto como em 2016. Nunca me questionei tanto se essa era realmente a profissão que queria exercer o resto da vida.
Me desgastei, me testei, porém me aprovei.
Ganhei bem, não posso reclamar. Saí, curti, aproveitei, viajei.
Ah... As viagens... Como as amo!
Na parte de relacionamentos, nunca estive tão bem, obrigada. Cinco anos de namoro acarretaram um noivado. Delícia. Mais lindos momentos para a história.
Em 2016 nunca uma frase ficou tão presa na minha mente quanto a boa e velha frase do tio Ben: "Grandes poderes trazem grandes responsabilidades". Sim, querido tio Ben, o senhor estava certo e essa foi a grande frase do ano.
Foi um ano muito difícil, sim. Porém satisfatório, de grandes aprendizados.
No mais, apenas gostaria de entender o porquê de eu ter trancado o curso da pós. Eu gostava muito, aprendi pra caralho nas aulas, era tudo muito prático. Mas a distância, gasolina e cansaço falaram mais alto. Sou culpada, claro. Mas espero que no ano que vem eu me acerte com os estudos. Esse ano foi, realmente, o ano de me acertar no trabalho.
Passou rápido, sim. Clichê, mas verdadeiro.
Entretanto aproveitei. De verdade.
Agora só posso desejar que 2017 venha com tudo! Estou tentando não criar muitas expectativas, porém será sim um grande ano para mim. Muitas coisas boas estão para acontecer.
E, por dentro, estou ainda tentando driblar minha ansiedade e tentado não pensar nas dificuldades ou momentos desagradáveis que sei que terei que passar.
Ademais, só quero terminar e começar tudo de forma tranquila.
Já basta o turbilhão de reviravoltas que passei em 2016.
Paz! A mim, a você, ao país, ao mundo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário